A tocar

Título

Artista

No ar

No ar

Background

O cantor mourense Infante define metas para 2023: “Quero lançar o meu 1º álbum”

Escrito por em Dezembro 30, 2022

Ricardo Infante, mais uma das vozes de Moura, de onde é natural, assume que cresceu enquanto cantor e artista neste que foi um ano “chave” na sua carreira. “Este ano, desenvolvi bastante como músico, em especial na produção, o que acabou por estar dentro dos meus projectos e decidir a direcção na qual eu queria estar”.

A experiência nos palcos também lhe deu outro conhecimento, permitindo ao artista estar “envolvido em vários projectos com a Câmara (Moura), para ajudar a impulsionar crianças através das minha visão e música”.
E só este ano lançou “cinco faixas novas”, o que contribuiu para se “expandir” no mercado.
Num futuro próximo, em 2023, as metas estão definidas para Infante: “Quero lançar o meu 1º álbum. Já o comecei há algum tempo, mas a pandemia deu-me mais perspectivas e formas diferentes para o expor e trazê-lo cá para fora”.

A “fasquia” ambicionada pelo músico a longo prazo é um desejo seu, de há muito tempo. “Quero bater o meu record de 50 faixas pessoais e originais, um trabalho a que me propus chegar até ao fim da minha carreira e ter pelo menos 100 faixas originais. É muito trabalho, mas quero trazer boa música para vocês”.
Agradecido aos fãs, espera que o novo ano seja “positivo” para todos aqueles que acompanham o seu trabalho.