A tocar

Título

Artista

No ar

Hora H

19:00 19:59

No ar

Hora H

19:00 19:59

Background

CCDR Alentejo promete “revolução” para 2023 com novas competências

Escrito por em Dezembro 30, 2022

2023 vai ser um “ano muito desafiante para todas as CCDR’S do país”. É desta forma que o vice-presidente da CCDR Alentejo, Aníbal Reis Costa, em entrevista à Planície, traça alguns dos objectivos da entidade para o próximo ano.

“Vamos receber novas competências em cerca de oito a nove áreas a nível regional. Vai ser uma exigência suplementar porque o próprio funcionamento da CCDR Alentejo vai mudar substancialmente”.

Até ao final de Janeiro, “segundo indicações que temos”, referiu, vai entrar uma nova lei orgânica, “uma nova lei de funcionamento de serviços da CCDR, basta dizer que esta tem quase 40 anos”. Por isso aquilo que se prevê, é “uma mini revolução na própria CCDR”.

No caso da entidade do Alentejo, “as novas responsabilidades transferidas são de muita exigência. Vão desde a economia, agricultura, saúde, educação, cultura, formação profissional e uma parte substancial da conservação da natureza e da mobilidade de transporte. Há aqui várias áreas que vão ter outro tipo de funcionamento, que vai mexer com a estrutura da CCDR”, assegurou o vice-presidente.

Este processo será feito com a colaboração das entidades existentes, “como é o caso das Direcções Regionais e Serviços Regionais respectivos”, finalizou Aníbal Reis Costa.
Para o próximo ano, a CCDR Alentejo vai ter novas responsabilidades em praticamente todos os sectores importantes.