A tocar

Título

Artista

No ar

No ar

Background

GNR: 22 detidos por roubo de 4 toneladas de azeitona em Moura e Beja

Escrito por em Dezembro 27, 2022

Segundo o Comando Territorial de Beja, da Guarda Nacional Republicana (GNR), através dos Postos Territoriais de Barrancos, Cuba, Moura e Vidigueira, entre os dias 18 e 22 de Dezembro, deteve 22 homens com idades compreendidas entre os 19 e os 59 anos, por furto de azeitona, nos concelhos de Beja e Moura.

O comunicado salienta que na primeira situação, no dia 18 de Dezembro, no concelho de Moura, no âmbito de uma denúncia por furto de produtos agrícolas, “os militares da Guarda deslocaram-se ao local e apuraram que dois suspeitos, de 19 e 20 anos, apanharam a azeitona sem consentimento do proprietário do olival. Diligências policiais imediatas, permitiram localizar e deter os suspeitos nas proximidades, tendo sido apreendidos 161 quilos de azeitona, uma máquina manual para apanha de azeitona e uma viatura.”

Numa segunda situação, ainda no dia 18 de Dezembro, no concelho de Moura, também no âmbito de uma denúncia, “os militares da Guarda deslocaram-se ao local referenciado onde verificaram que quatro suspeitos, com idades entres os 19 e os 23 anos, se encontravam a apanhar azeitona, sem que para tal se encontrassem autorizados pelo proprietário. No seguimento das diligências policiais foram detidos e apreendidos 180 quilos de azeitona e uma viatura.” Refere a GNR.

No dia 19 de Dezembro, no âmbito de uma fiscalização rodoviária no concelho de Moura, “os militares da Guarda verificaram que era efectuado o transporte de azeitona, em sacos, numa viatura ligeira. Questionados os ocupantes da viatura sobre a proveniência das azeitonas, não conseguiram justificar a sua proveniência. No seguimento das diligências policiais e por se verificaram suspeitas de furto, os dois suspeitos de 26 e 31 anos foram detidos, tendo sido apreendidos 1123 quilos de azeitona e uma viatura.” Diz a informação enviada pela GNR.

Já no dia 22 de dezembro, no concelho de Moura, no âmbito de uma denúncia, “os militares da Guarda deslocaram-se ao local referenciado onde verificaram que cinco homens suspeitos se encontravam a apanhar azeitona, sem que para tal se encontrassem autorizados pelo proprietário. No seguimento das diligências policiais, os suspeitos, com idades compreendidas entre os 26 e os 59 anos, foram detidos e apreendidos 885 quilos de azeitona, duas viaturas, duas máquinas manuais de apanha de azeitona, uma caixa com ferramentas e cinco baldes de plástico.”

Ainda no dia 22 de Dezembro, mas já no concelho de Beja, também no âmbito de uma denúncia, “os militares da Guarda deslocaram-se ao local referenciado onde verificaram que nove suspeitos, com idades compreendidas entre os 20 e 59 anos, se encontravam a apanhar azeitona, sem que para tal se encontrassem autorizados pelo proprietário. No seguimento das diligências policiais, foram os mesmos detidos, tendo sido apreendidos 1960 quilos de azeitona.”

Os 22 detidos foram constituídos arguidos e os factos comunicados aos Tribunais Judiciais de Moura e de Beja.

A GNR relembra que a colheita ou apanha de azeitona, ainda que esteja caída no chão, sem o consentimento do proprietário do olival poderá configurar crime contra o património.

Recordamos que no âmbito da operação “Campo Seguro 2022”, a GNR leva a cabo acções de patrulhamento, sensibilização e fiscalização, com o propósito de evitar crimes de furto, junto de propriedades/explorações agrícolas, bem como de reforçar o policiamento para dissuadir e reprimir a prática de furtos nos campos agrícolas.