A tocar

Título

Artista

No ar

No ar

Background

Professores aderem à greve nas Escolas de Moura

Escrito por em Dezembro 16, 2022

Alguns docentes do Agrupamento de Escolas de Moura têm aderido à greve que está a acontecer pelo país durante este mês. Pelo concelho, a situação mais mediática aconteceu na Escola Básica 1 e Jardim de Infância do Fojo, que encerrou entre as 09h00 e as 11h00 desta Quarta-feira, dia 14, onde 10 professores aderiram todos, com excepção de apenas um.

O director das Escolas de Moura, Rui Oliveira fez o ponto de situação à Planície em relação às escolas da cidade. “Há um aviso de pré greve até dia 23 e quem quer aderir, adere. No nosso agrupamento, alguns professores têm feito, mas na realidade são poucos, meia-dúzia literalmente. Sabemos que a situação vai prolongar-se e a adesão vai aumentar, essa é a expectativa que se tem”.

Diamantina Escoval, educadora de infância no Fojo, declarou que a adesão neste estabelecimento de ensino foi de “99,9%”, com a intenção de mostrar a preocupação que os une com negociações que estão neste momento a decorrer com o Ministério da Educação. “Temos de lutar pelo Estatuto da Carreira de docente que está em vigor e vimos que está a correr perigo. Com todas estas normas que o ministério quer impor com as transferências de competências, preocupa-nos o futuro do ensino público de qualidade”.

A situação apanhou os pais de surpresa. “Foram avisados quando chegaram à porta da escola e só poderiam entrar a partir das 9h00 se houvesse docentes. Não havendo, tiveram de voltar às suas casas com os seus filhos e arranjar alternativa”.
O número de professores a aderir à greve nas Escolas de Moura pode vir a aumentar nos próximos dias.