A tocar

Título

Artista

No ar

No ar

Background

Conferência Sem-Abrigo debate hoje em Beja a urgência de apoio

Escrito por em Novembro 17, 2022

Inserida no VI Dia Mundial dos Pobres, a conferência Sem-Abrigo debate hoje na Biblioteca Municipal de Beja – Auditório José Saramago, às 9h30, os desafios e o papel dos organismos públicos no apoio aos mais desfavorecidos.

O objectivo da palestra, que conta com a abertura do presidente da Cáritas Diocesana de Beja, Isaurindo Oliveira, passa por abordar uma reflexão à volta dos desafios que estão a ser colocados à sociedade e aos organismos públicos, para responder à realidade destas pessoas em situação mais vulnerável.

Preocupada com o crescente número de sem-abrigo, a Cáritas de Beja tem no terreno o projecto “Estou Tão Perto que Não Me Vês, coordenado por Maria do Carmo Gonçalves. “Pretende-se cada vez mais, conseguirmos um trabalho em articulação e de forma integrada para que possamos responder às necessidades destas pessoas”.

A iniciativa foi por isso criada para que a equipa seja o facilitador do acesso entre quem vive na rua e os organismos públicos.

No distrito de Beja o número de pessoas a viver na rua tem aumentado, assim como em todo o país. A instituição de solidariedade social, Cáritas, “acompanha com preocupação este crescimento e as condições em que vivem centenas de pessoas”, expressou Maria do Carmo Gonçalves. Até à data, “tivemos 279 sinalizações, já atendemos 252 pessoas e temos em acompanhamento 68 sem tecto e sem casa”, sublinhou.

A situação tem-se agravado por diversos factores como referiu a coordenadora do projecto “Estou Tão Perto que Não Me Vês”. “A inexistência de uma política de construção de habitação social permanente, associadas às crises de 2011/2012, à pandemia e ao aumento do custo de vida, tem empurrado centenas de pessoas de sem-abrigo neste país”.

A conferência de hoje em Beja, pretende responder ao importante papel dos organismos públicos na ajuda a quem mais precisa.