A tocar

Título

Artista

No ar

No ar

Background

Moura: UFMSA não acredita na reposição dos 19 mil euros gastos com a Covid-19

Escrito por em Novembro 4, 2022

São 156 milhões de euros em despesas gastas pelos municípios no combate à Covid-19, que o Governo não consegue pagar. “Não temos condições de acompanhar esse pedido”, disse ontem em entrevista à Lusa, a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. “A nossa margem é esgotar o pacote de 60 milhões dos fundos de resgate da União Europeia”, onde sobra 20 milhões de euros.

Em agosto deste ano, a Planície deu a conhecer que a União de Freguesias de Moura e Santo Amador (UFMSA) tinha empenhado mais de 15 mil euros em despesas com a pandemia, valor que aumentou e que neste momento é de cerca de 19 mil euros.

Esta situação está a deixar o presidente da UFMSA, Francisco Canudo Sena, com um sentimento de “desilusão e frustração, porque mensalmente, criaram-nos a ilusão de que iríamos ser ressarcidos. Mensalmente obrigaram-nos a criar mapas com as despesas realizadas. Foi trabalhar para o boneco”. Entretanto, “a despesa ronda os 19 mil euros porque temos continuado a fazê-la”.

Com esse “peso” no orçamento das freguesias, Canudo Sena tem estado sempre em contacto com a ANAFRE, “a entidade que nos representa e negoceia com o Governo. Não há ainda nenhuma decisão sobre esta matéria. Contudo, e passado este tempo e sabendo a estrutura do Orçamento do Estado (2023), não estamos a ver que estes valores sejam repostos porque já foram gastos. É profundamente lamentável”, expressou Francisco Canudo Sena.

Para já, o Governo diz não ter condições de reembolsar os municípios com as despesas gastas na pandemia.