A tocar

Título

Artista

No ar

No ar

Background

Ana Moisão do Chega critica OE para 2023 – “Sem benefícios para o nosso distrito”

Escrito por em Outubro 19, 2022

A presidente da Comissão Política do Partido Chega, Ana Moisão, fez duras críticas sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2023, para o distrito de Beja. Considerou o documento “um embuste, um orçamento sem esperança” para o distrito, sem contemplar “as verbas que nós precisamos para as obras que são estruturantes”, como “a ampliação do Hospital de Beja, a conclusão da A26 e a electrificação da linha férrea”.

Ana Moisão clarificou que “este Orçamento do Estado não vai trazer benefícios para o nosso distrito, além disso despreza os pensionistas e os funcionários públicos” e “desrespeita os eleitores do Partido Socialista da nossa região”.

O partido Chega vai propor alterações ao documento, no que concerne às obras que são “estruturantes” e questiona a posição dos deputados eleitos por Beja, Pedro do Carmo, do PS e João Dias, do PCP. “Vamos ficar a aguardar o sentido de voto dos eleitos pelo círculo eleitoral de Beja, para que fique claro se defendem a região ou os interesses do partido”.

A presidente da Comissão Política do Partido Chega, Ana Moisão, criticou a proposta de Orçamento do Estado, que no seu entender, não contempla o distrito de Beja.