A tocar

Title

Artist

No ar

Hora H

19:00 19:59

No ar

Hora H

19:00 19:59

Background

Fábrica de Bagaço no Alentejo “tem destruído população da Aldeia das Fortes”

Escrito por em Julho 26, 2022

A Associação Ambiental de Amigos das Fortes (AAAF), em Ferreira do Alentejo, acaba de lançar uma campanha para sensibilizar a opinião pública da comunidade, para o problema ambiental gerado pelas fábricas de bagaço de azeitona.

A campanha abrange ONG’s, artistas e amigos do ambiente neste tema e a colocação de um outdoor de alerta na A2, no sentido Algarve/Lisboa.

Para mostrarem que “as fábricas de bagaço de azeitona são um desastre” e que a “Aldeia das Fortes sufoca”, Fátima Mourão da AAAF diz que é preciso agir e por isso, a finalidade do projecto é dizer que “há alternativa às fábricas de bagaço de azeitona. Andam a fustigar há 13 anos a Aldeia das Fortes. A fábrica emite cheiros nauseabundos e fumos durante um ano inteiro, em que toda a população vive com esse problema grave”.

A ambientalista assegura que a solução passa por “alertar os agricultores, principalmente os dos lagares, que o bagaço é um produto agronómico de excelência e que precisa de ser integrado na sua plantação, na terra e não queimado a todo o custo”.

A poluição gerada pelas fábricas de bagaço, tem vindo “a destruir o tecido social e emocional de uma população. Os centros de compostagem existem, é preciso agilizar para que se tornem uma realidade e se multipliquem”, referiu Fátima Mourão em jeito de aviso.

O problema da poluição da fábrica de bagaço em Ferreira do Alentejo, tem reduzido a qualidade de vida da comunidade da Aldeia das Fortes, advertiu a Associação Ambiental de Amigos das Fortes.