A tocar

Title

Artist

No ar

Hora H

19:00 19:59

No ar

Hora H

19:00 19:59

Background

Escavações no Castelo Velho de Safara revelam história antiga do local

Escrito por em Julho 24, 2022

As escavações arqueológicas no Castelo Velho de Safara, que terminam no final deste mês, confirmaram que o local, um dos maiores povoados da Idade do Ferro no Alentejo, apresenta uma cronologia mais antiga do que aquela que se pensava, com uma ocupação situada entre os séculos IV e II antes de Cristo. 

A equipa de investigadores, liderada pela arqueóloga Mariana Nabais, confirmou com a agência Lusa o que já suspeitava: “Finalmente, confirmámos que o sítio teve uma ocupação bastante mais antiga do que aquela que, até agora, tínhamos estado a escavar”. A responsável pelas escavações frisou que o resultado em curso, levou a mais conclusões: “Nós já desconfiávamos que poderia ter uma ocupação da segunda Idade do Ferro, ou seja, dentro dos séculos IV a II a.C., mas ainda não estava completamente confirmada”, o que só veio a acontecer com a continuidade do projecto.

A Idade do Ferro foi identificada com “a presença de vestígios cerâmicos”, sobretudo “cerâmica ática, com origem na Grécia e um tipo de decoração pintada muito particular”, esclareceu Mariana Nabais à agência Lusa.

Para já, a equipa de arqueólogos a cargo de Mariana Nabais, Margarida Figueiredo e Rui Monge Soares envolvida nos trabalhos, ainda não sabe concretamente qual o tipo de ocupação que existiu no local do Castelo Velho de Safara, mas pensa que terá sido “um povoamento e não só um local de passagem”.

São várias as entidades que apoiam os trabalhos arqueológicos entre eles, a Câmara de Moura, a União de Freguesias de Safara e Santo Aleixo da Restauração, a Associação para o Desenvolvimento do Concelho de Moura, a empresa Empark e a University College London.

Fonte: Agência Lusa