A tocar

Title

Artist

No ar

Hora H

19:00 19:59

No ar

Hora H

19:00 19:59

Background

Ranking das Escolas 2021 – Escola Secundária de Moura piora a posição

Escrito por em Julho 8, 2022

O Ministério da Educação publicou o ranking das escolas portuguesas do ensino secundário em 2021 e, no geral, as notas desceram, apesar das escolas públicas já se aproximarem das privadas. A diferença é de 1,4 valores, numa escala de 0 a 20.

No distrito de Beja, a Escola Secundária de Castro Verde, foi a que ficou melhor classificada, ocupando a 161º. posição, com uma média de 12.52, seguida da Escola Secundária D. Manuel I, em Beja, classificada em 276.º lugar, apresentando uma média de 11.93.

A Escola Secundária de Moura ficou na 533.º posição, com 234 exames realizados e uma média de 10.61 nos exames das 10 principais disciplinas. Em 2020, a Escola Secundária de Moura ficou numa posição melhor, alcançando o 418.º lugar na lista.

Os números merecem algum cuidado, mas podem ser alterados nos próximos anos, na opinião do director do Agrupamento de Escolas de Moura, Rui Oliveira: “A classificação não é muito positiva, não é de desvalorizar, mas os rankings valem o que valem. Devem-nos fazer pensar no trabalho que andamos a desenvolver e tentar perceber porque é que não conseguimos melhores resultados”.

A solução, do ponto de vista do docente, é analisar “o que estamos a fazer de mal, para que os nossos alunos consigam melhorar nos próximos anos. O número não é muito animador, mas vamos melhorar”, admitiu.

Os dados mostram ainda que na Escola Secundária de Moura, existem 68,1% de docentes no quadro.

Por outro lado, a Escola Secundária de Serpa classificou-se em 556.º lugar, com uma média de 10.36.

Como nota a reter, o Colégio Efanor, de ensino particular e cooperativo, em Matosinhos, ocupa a primeira posição com uma média de exame de 16.17.