A tocar

Title

Artist

No ar

Miga-lhe Sopas

09:00 11:59

No ar

Miga-lhe Sopas

09:00 11:59

Background

Castelo de Noudar em Barrancos alvo de duas intrusões

Escrito por em Abril 7, 2022

O Castelo de Noudar, monumento nacional no concelho de Barrancos, foi alvo de duas intrusões em que terão sido usados detectores de metais e realizadas cerca de 60 perfurações no solo, mas sem furto ou destruição de património.

Os actos realizados por desconhecidos no castelo, onde decorrem obras de reabilitação de um troço de muralhas, terão ocorrido entre os passados dias 17 e 21 de Março, disse ontem à agência Lusa Cláudia Costa, vice-presidente da Câmara de Barrancos.

Há “evidências de utilização de detector de metais” e vestígios de terem sido feitas cerca de 60 perfurações em vários sítios do recinto do castelo durante as duas intrusões, explicou.

Segundo a autarca, técnicos municipais não detectaram “outras acções de vandalismo”, destruição de património ou furto de qualquer bem da câmara ou da empresa que está a realizar obras no castelo.

E “não há evidências de ter sido encontrado” nas perfurações e levado “qualquer objecto, salvo pregos, parafusos”, vincou, lembrando que o recinto do Castelo de Noudar foi alvo de “grandes intervenções” arqueológicas nos anos 80 e 90 do século XX e, na altura, “não foi encontrado nada”.

Após estas ações de vandalismo, a Câmara de Barrancos comunicou e denunciou os factos à GNR e à Direcção-Geral do Património Cultural, disse a autarca.

Em declarações à Lusa, o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Beja da GNR, capitão Hugo Monteiro, disse que a força de segurança teve conhecimento das intrusões através da autarquia e comunicou os factos ao Ministério Público, que determinará a abertura de um inquérito ou o arquivamento do caso.

Na primeira invasão, os intrusos arrombaram uma porta para entrarem no recinto do castelo, onde terão feito “mais de 50 perfurações” no solo.

Na segunda, por não terem sido encontradas novas evidências de porta arrombada, “presume-se” que os intrusos terão entrado no recinto através de andaimes instalados no lado exterior da muralha em obras e feito “meia dúzia” de perfurações.

Os sinais das intrusões foram detectados por duas funcionárias municipais, uma arqueóloga e uma técnica de restauro, que estão a realizar trabalhos arqueológicos no troço de muralhas em obras.

O Castelo de Noudar, classificado como Monumento Nacional desde 1910, é propriedade municipal e está situado a alguns quilómetros da vila raiana de Barrancos.