A tocar

Title

Artist

No ar

No ar

Background

Alentejo com unidades turísticas esgotadas na Páscoa

Escrito por em Março 23, 2022

Segundo a Entidade Regional do Turismo, (ERT), as expectativas de ocupação turística no Alentejo na Páscoa são “muito boas” e já há “muitos” alojamentos esgotados, sobretudo com reservas de portugueses, apesar dos efeitos da guerra na Ucrânia.

O presidente da ERT, Vitor Silva, em declarações à Lusa referiu que “o número de reservas é muito elevado”, há “muitos” alojamentos turísticos que “estão esgotados” e, portanto, “são expectativas” de ocupação na Páscoa “muito boas”.

As reservas feitas nas unidades de alojamento alentejanas são sobretudo de portugueses, indicou, frisando que o mercado interno é o que tem “aguentado” e “sustentado”, e “bem”, a região nos “dois últimos anos” e “vai continuar a vir para o Alentejo”.

Questionado pela Lusa sobre se os efeitos da guerra na Ucrânia, como a subida dos preços dos combustíveis, e a pandemia de covid-19 poderão influenciar a procura turística e inverter o cenário de número de reservas “muito elevado”, Vítor Silva respondeu: “Não prevejo isso”.

E adiantou que “desde há uns anos” que o Alentejo “é um destino muito querido dos portugueses” e “são sobretudo” estes que “ainda estão a movimentar o turismo” na região.

Já o turismo externo, “só agora é que começa a ter alguma reactivação”, indicou, mostrando “preocupações” em relação aos mercados brasileiro e norte-americano, respectivamente, o segundo e os quatro mercados externos no Alentejo em 2019.

“Se a situação de guerra se prolongar”, os mercados brasileiro e norte-americano “vão ser muito afectados”, sobretudo devido à eventual subida dos preços dos bilhetes de viagens de avião e ao “factor psicológico”, frisou.

Portugal está a uma “distância considerável da guerra” na Ucrânia e os turistas oriundos dos mercados brasileiro e norte-americano “não viajam se não tiverem uma sensação de segurança”, frisou.