A tocar

Title

Artist

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

Background

Assembleia Municipal: PS de Moura diz que a CDU “recusa entendimento”

Escrito por em Fevereiro 18, 2022

Os acontecimentos ocorridos na Assembleia Municipal de Moura, realizada no dia 15 deste mês, mereceram da parte da CDU e do PS intervenções por escrito.

Em resposta ao comunicado enviado pela Coligação Democrática Unitária, o Partido Socialista também enviou à Planície um comunicado, onde se manifesta sobre a sessão.

Assim, referem que “os eleitos da CDU apresentaram para discussão na Assembleia Municipal de Moura duas propostas de recomendação”, que dizem respeito à “defesa do regadio no concelho de Moura e defesa dos produtos e produções locais do concelho de Moura”.

A informação continua alegando que, “a Câmara Municipal de Moura, para que não restem dúvidas, aprovou na sua reunião de 26 de Janeiro uma moção que já chegou ao Governo e Presidente da República, pugnando pela construção da totalidade do Bloco de Rega Amareleja-Póvoa-Moura, na qual manifestou total solidariedade aos Agricultores do Concelho de Moura”.

O Presidente da Comissão Política Concelhia do PS, João Diniz, reagiu em declarações à Planície: “O que está aqui em causa, em nossa opinião, é que a CDU como é habitual, depois de qualquer problema polémico que seja tratado na Assembleia Municipal, segue com comunicado a dizer a sua versão. Eu tive o cuidado de ler o comunicado e algumas coisas que eles dizem aconteceram, mas não dizem é o que aconteceu na totalidade”.

Na opinião de João Diniz, a CDU faz “passar a sua versão e esquecer que é a posição dos outros partidos representados na Assembleia Municipal. A questão das propostas do plano de rega e uma outra relativa aos produtos da nossa produção local, dizem que o PS votou contra. É verdade, mas o que aconteceu na realidade é que na Assembleia depois da CDU apresentar as suas propostas, nós fizemos uma contraproposta”, assegurou.

Essa ideia foi precisamente reforçada no texto do comunicado: “Os eleitos do PS propuseram, isso sim, a criação de um grupo de trabalho, composto por todos os partidos representados na assembleia municipal que pudesse, de forma consensual, produzir dois documentos que contemplassem uma visão comum”.

A informação enviada menciona que a “CDU recusou este entendimento” e que “se colocou do lado do problema ao invés de contribuir para a solução!”.

No texto pode ler-se igualmente que “a CDU nada diz, é que voltou a votar contra as propostas de revisão ao orçamento e grandes opções do plano e mapa de pessoal!”.

Quanto à posição da CDU, é referido que “não estão dispostos a entendimentos que visem criar condições para o regular funcionamento dos órgãos autárquicos”.