A tocar

Title

Artist

No ar

Miga-lhe Sopas

09:00 11:59

No ar

Miga-lhe Sopas

09:00 11:59

Background

“Produção recorde de azeite” em 2021 “contrasta com cenário de seca”

Escrito por em Fevereiro 17, 2022

Produção recorde surge em “consequência das excelentes condições agrometeorológicas ao longo da campanha e da profunda reestruturação da fileira, da qual se destaca a importância crescente dos olivais intensivos”, diz o INE.

As previsões agrícolas, em 31 de janeiro, apontam para que a campanha oleícola de 2021 atinja a maior produção de azeite de sempre (2,25 milhões de hectolitros), de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Esta “produção recorde de azeite”, que “contrasta” com o cenário de seca que o país vive, surge em “consequência das excelentes condições agrometeorológicas ao longo da campanha e da profunda reestruturação da fileira, da qual se destaca a importância crescente dos olivais intensivos”.

Por outro lado, diz o INE, em janeiro “observam-se já os efeitos negativos da seca meteorológica severa e extrema que, no final de janeiro, afetava 45% do território continental”.

“Um dos setores mais penalizados tem sido a produção pecuária, em particular a extensiva, devido às fracas condições de pastoreio, que obrigam a uma suplementação extraordinária destes efetivos”, adianta a agência de estatísticas.

Na cerealicultura também se registam impactos, quer na diminuição das áreas semeadas (previsivelmente, a menor dos últimos cem anos), quer no fraco desenvolvimento vegetativo das searas de sequeiro, diz o INE.

“Este cenário de seca, aliado à subida dos preços dos meios de produção, tem gerado incerteza e preocupação crescente no setor”, pode ler-se no relatório da agência.

Fonte: Lusa