A tocar

Title

Artist

No ar

No ar

Background

Comunicação Social do Alentejo “com enorme dinamismo” CCDRA

Escrito por em Fevereiro 13, 2022

A comissão de acompanhamento dos Regimes de Incentivos do Estado à Comunicação social do Alentejo, aprovou de forma condicionada, a proposta de decisão final de atribuição dos incentivos com base na lista final das candidaturas aos apoios do Estado à Comunicação Social do ano de 2021.

Os órgãos de comunicação social alentejanos têm vindo a demonstrar um enorme dinamismo, sendo disso exemplo “o número de projectos que anualmente os órgãos de comunicação social alentejanos submetem ao Regime de Incentivos do Estado à Comunicação Social através da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo”, pode ler-se na informação enviada pela CCDR à Planície.

O resultado do trabalho dos jornais e rádios da região faz com que o montante atribuído à CCDR Alentejo, referente aos projectos apresentados ao Gabinete para os Incentivos à Comunicação Social (GICS) em Março de 2021, que foram aprovados através do despacho publicado no Diário da República do passado dia 14 de Janeiro, tenham sido aprovados condicionalmente pela Comissão de Acompanhamento no valor de 269 151,92 euros.

De salientar que o Alentejo tem assim a segunda maior dotação orçamental no contexto das cinco regiões, à frente do Alentejo está apenas a região Norte e atrás do Alentejo estão respectivamente a Região Centro, a Região do Algarve e a Região de Lisboa e Vale do Tejo.

Recorde-se que desde 2015, os apoios concedidos pelo Estado à área da comunicação social, encontram-se atribuídas às Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), nas respectivas áreas geográficas de actuação, competindo ao Gabinete para os Incentivos à Comunicação Social (GICS) elaborar a instrução e decisão de candidaturas, fiscalização, levantamento de processos de contraordenação nos Regime de Incentivos do Estado à Comunicação Social Regional e Local.

Neste sentido, as tipologias de apoio são o desenvolvimento digital, a modernização tecnológica, a acessibilidade à comunicação social, o desenvolvimento de parcerias estratégicas e a literacia e a educação para a comunicação social.