A tocar

Title

Artist

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

Background

Baixo-Alentejo: ULSBA faz apelo à dávida de sangue

Escrito por em Fevereiro 2, 2022

O Serviço de Imunohemoterapia da ULSBA alia-se ao Instituto Português do Sangue da Transplantação e faz um apelo à dádiva de sangue.

Segundo uma nota da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, a evolução da pandemia de covid-19, com elevado número de contágios das últimas semanas e isolamentos profilácticos, têm conduzido a uma grande dificuldade em manter estáveis as reservas de sangue nos Hospitais.

“É muito importante o reforço imediato das dádivas de sangue, pois só assim os doentes podem receber os tratamentos que necessitam”, apela o IPST.

A mesma nota adianta que em Beja, desde o final do ano de 2021, que no Hospital de Beja as reservas de sangue têm estado em baixo, em particular no grupo O positivo. Cláudia Norte, directora do Serviço de Imunohemoterapia da ULSBA, sublinha que “como a nível nacional também houve essa falta não foi possível suprir as necessidades do Hospital.”

O aumento de número de casos de covid-19 na região e no país tem vindo a afectar a regularidade com que os dadores costumam doar sangue, alerta Cláudia Norte, deixando o apelo: “venha dar sangue quem pode”. Esclarece que, a quem tiver sido administrada a vacina contra a covid-19, pode doar sangue após sete dias. Relativamente a quem esteve doente com covid-19, após 14 dias de alta clínica, pode igualmente realizar a sua dádiva.

Recordamos que para ser dador de sangue basta ter entre 18 e 65 anos (o limite de idade para a primeira dádiva é os 60 anos) e ter peso igual ou superior a 50 kg.