A tocar

Title

Artist

No ar

Clube Megahertz

17:00 17:59

No ar

Clube Megahertz

17:00 17:59

Background

Legislativas 2022: A importância do voto para a representação do Baixo-Alentejo

Escrito por em Janeiro 28, 2022

Foram treze dias de intensa campanha eleitoral para as legislativas de Norte a Sul do país e no último dia de campanha, os partidos e os candidatos “dão o tudo ou nada” e apelam ao voto de Domingo, dia 30, para a eleição de um novo Parlamento e um novo Governo.

As últimas sondagens a nível nacional, mostram um PS e um PSD com números próximos e “renhidos” e já só faltam dois dias para se saber quem vai governar o País.

Mais próximo geograficamente está o distrito de Beja e por aqui, vota-se nos cabeça de lista dos 16 partidos que concorrem a estas eleições para se eleger os deputados que representem o distrito de Beja na AR – Assembleia da República.

Recorde-se que actualmente, o distrito conta com dois deputados do PS, Pedro do Carmo e Telma Guerreiro e um da CDU, João Dias.

Entre os candidatos do distrito, estão Pedro do Carmo do PS, João Dias da CDU, Henrique Silvestre Ferreira do PSD e Ana Moisão do CHEGA, em que as acessibilidades com destaque para a ferrovia, a saúde, o emprego, as políticas sociais, a educação, a habitação e as reformas fiscais, entre outros temas, foram abordados durante as entrevistas para a Planície.

Para os restantes partidos e candidatos, como Francisco Palma, pelo CDS-PP, Ana Pereira pela Iniciativa Liberal, João Caseiro pelo Livre, Íris La Feria pelo Volt Portugal, Mário Balsemão pelo R.I.R. Reagir Incluir Reciclar, Arlindo de Oliveira –pelo MPT – Partido da Terra, João Pascoal –pelo MAS – Movimento Alternativa Socialista, Carlos Pais – PCTP/MRPP – Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses Francisco Faria do  Ergue-te e Suzana Abreu do PTP, o Baixo Alentejo não deve ser esquecido.

Ao longo destes dias de campanha, alguns dos cabeça de lista dos partidos que concorrem ao distrito de Beja, visitaram o concelho de Moura e a região e desse contacto com as populações, ouviram elogios e queixas do que pode e deve ser feito para melhorar o território.

Pedro do Carmo, deputado do PS e cabeça de lista pelo círculo de Beja, acompanhado da comitiva, visitou Moura e o comércio local. Também João Dias, deputado da CDU esteve em contacto com os empresários da Zona Industrial da cidade e percebeu de perto os problemas que os afligem, assim como os assuntos prioritários da população.

O candidato Henrique Silvestre Ferreira do PSD, percebeu que as principais debilidades do concelho são o emprego e a fixação de jovens no distrito e esse assunto faz parte do programa eleitoral do partido, que concorre sozinho.

A cabeça de lista do CHEGA pelo distrito, Ana Moisão, visitou Moura e a corporação de Bombeiros Voluntários, a Cooperativa Agrícola, a GNR e a PSP e distribuiu panfletos com o programa do partido, aliás, um dado comum a todos os candidatos.

O CDS-PP, encabeçado por Francisco Palma esteve no concelho e apoiou os agricultores e ouviu os problemas de seca severa que vivem neste momento.

Por outro lado, o Bloco de Esquerda pela mão de José Esteves, conversou com a Planície e destacou a fixação da população, a criação de emprego e o combate à desertificação, as oportunidades para o concelho e região do Baixo Alentejo.

Quanto ao PAN, Luís Vicente, afirmou que uma das bandeiras do partido prende-se com a necessidade de respeito pela comunidade cigana, entre outras medidas que gostaria de ver implementadas.

Com raízes alentejanas, a cabeça de lista do partido Volt Portugal, Iris La Féria, juntamente com os restantes membros da lista, também andou em campanha pelo distrito de Beja.

Para já, está tudo “em aberto” em relação aos vencedores e vencidos. Domingo é dia de decisões.