A tocar

Title

Artist

No ar

No ar

Background

Covid-19: Variante Ómicron baixa no Alentejo

Escrito por em Janeiro 20, 2022

Segundo o último relatório da Diversidade Genética do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, (INSA), a variante Ómicron do coronavírus SARS-CoV-2 é responsável por 93% das infecções em Portugal e uma outra linhagem foi detectada com características genéticas semelhantes.

“Desde 6 de Dezembro, tem-se verificado um elevado crescimento na proporção de casos prováveis da variante Ómicron, tendo atingido uma proporção estimada máxima (93%) entre os dias 7-9 de Janeiro”, refere o relatório do INSA.

Segundo o documento, aquando da identificação da Ómicron (BA.1) em meados de Novembro de 2021, foi detectada uma outra linhagem (BA.2) com várias características genéticas semelhantes entre si e que apresentam um “excesso” de mutações na proteína spike, muitas delas partilhadas.

No que se refere à região do Alentejo, regista-se uma diminuição da variante, que se encontra abaixo dos 80%, no entanto o INSA refere que estas flutuações surgem devido ao facto de ainda não estarem totalmente apurados alguns dados.