A tocar

Title

Artist

No ar

No ar

Background

Covid-19: Mais de 80% de infecções no Alentejo pertencem à variante Ómicron

Escrito por em Janeiro 13, 2022

O relatório do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre a diversidade genética do SARS-CoV-2, refere que a variante Ómicron é responsável por 93,2% das infecções em Portugal, em consequência de um “crescimento galopante” em Dezembro, que foi mais acelerado em Lisboa e Vale do Tejo.  

“Os dados de sequenciação mostram ainda uma considerável heterogeneidade em termos regionais”, indicando que o número e o momento das introduções, bem como o início da circulação comunitária mais abrangente, ocorreu deforma distinta nas várias regiões do país.

“De facto, a circulação comunitária da variante Ómicron ocorreu precocemente e de forma mais intensa na região de Lisboa e Vale do Tejo, tendo-se tornado dominante cerca de uma a duas semanas mais cedo do que nas restantes regiões”, adiantou o relatório.

Actualmente a variante Ómicron, já é responsável por mais de 80% das infecções no Alentejo.