A tocar

Title

Artist

No ar

Hora H

08:15 08:59

No ar

Hora H

08:15 08:59

Background

Covid-19: Crianças em contacto com caso positivo na escola não ficam em isolamento

Escrito por em Janeiro 6, 2022

As pessoas com dose de reforço da vacina contra a covid-19 há mais de 14 dias vão passar a ficar isentos de testagem para determinados locais e actividades, anunciou o primeiro-ministro, no fim da reunião do Conselho de Ministros.

António Costa  referiu que ” Governo entende que todas as pessoas que tenham a dose de reforço há mais de 14 dias deixarão de ter de fazer teste” para ter acesso a diversos locais ou actividades.

Segundo o primeiro-ministro, trata-se de “um incentivo” às pessoas que estão em condições de ter acesso à dose de reforço.

O Primeiro Ministro frisou que as normas actualizadas pela DGS, que já estão em vigor, reduzem igualmente para sete dias o isolamento dos contactos de alto risco, mas com algumas alterações definidas.

Desta forma, os contactos de alto risco passam a ser considerados os coabitantes dos casos positivos, com a excepção se existir o esquema de vacinação com dose de reforço. Também a quem resida ou trabalhe em lares ou que se dedique a pessoas idosas, comunidades terapêuticas e de inserção social, assim como em centros de acolhimento temporário, de alojamento de emergência e na rede de cuidados continuados.

A DGS definiu ainda que os assintomáticos e quem apresente sintomas ligeiros, ficam em autovigilância e não necessitam de fazer teste no sétimo dia para saírem do isolamento.

O documento refere como actualização o tempo mínimo definido para o isolamento, isto é, é considerado cumprido o período de isolamento para os que têm infecção confirmada, assintomáticos ou com doença ligeira, que no dia de hoje tenham feito sete ou mais dias de isolamento.

António Costa referiu também, que se mantêm os limites relativos à ocupação dos espaços acessíveis ao público (ocupação máxima indicativa de 0,20 pessoas por metro quadrado de área, com excepção dos estabelecimentos de prestação de serviços);

Ajustam-se as regras de acesso a estabelecimentos turísticos ou de alojamento local, a eventos e espectáculos e a ginásios passando o acesso a depender da apresentação de Certificado Digital COVID em qualquer das suas modalidades, da apresentação de comprovativo de vacinação que ateste o esquema vacinal completo, de comprovativo de realização de teste com resultado negativo, incluindo autotestes, nos termos a definir pela DGS e pelo INSA.

No que se refere às crianças, tal como a Directora-Geral da Saúde, Graça Freitas, esclareceu,  crianças que tenham um contacto com um caso positivo de covid-19 na escola não ficam em isolamento.

O Primeiro Ministro adiantou que só são considerados contactos de alto risco as crianças que vivam na mesma casa que alguém com covid-19, pelo que ficam isoladas, já que não têm reforço da vacina.

Uma criança com um contacto com um caso positivo na escola não fica em isolamento, o que se pede aos pais é que sejam reduzidos os contactos e convívios e que essas crianças, dependendo da idade, usem máscara.

As crianças que ficam na escola fazem um teste ao terceiro dia.  As aulas vão recomeçar na segunda-feira, depois de ter sido alargado o período de férias do Natal de duas para três semanas como medida de combate à pandemia.

Os estabelecimentos comerciais podem avançar com saldos e promoções a partir do dia 10, mas mantém a restrição de um cliente por cada cinco metros quadrados, anunciou o António Costa.