A tocar

Title

Artist

No ar

Mar Azul

22:00 23:59

No ar

Mar Azul

22:00 23:59

Background

O que vai aumentar em 2022

Escrito por em Janeiro 1, 2022

Este ano será marcado por uma subida de preços, desde o pão até às comunicações e transportes.

As rendas não subiram em 2021, mas vão aumentar em 2022, por causa da inflação. A subida é de 0,43%, um aumento de três euros para uma família que pague 700 euros de renda mensal. Depois de duas subidas este ano, os preços da electricidade no mercado regulado vão aumentar 0,2% a partir de Janeiro, uma variação calculada tendo por base o aumento médio de 1,6% do preço da electricidade no acumulado deste ano.

A EDP Comercial vai subir os preços em 2,4%, em média – um acréscimo na factura na ordem dos 90 cêntimos por mês.  Os preços do gás de botija têm estado a subir em flecha e atingiram recordes no final deste ano. Os portugueses que usam gás engarrafado, podem esperar um encargo maior em 2022, numa altura em que a botija de butano de 13 quilos custa em torno de 29,17 euros, e a de 54 quilos 120 euros.

A Meo vai aumentar o preço base das mensalidades em 50 cêntimos a partir de 1 de Janeiro, enquanto a Nowo não tem “previstas quaisquer actualizações”. Sobre as restantes operadoras, não se conhece ainda as respectivas políticas de preços para o ano que vem.

Os preços de alguns bens alimentares vão custar mais às famílias portuguesas.

Em geral, as carnes também estão a ficar mais caras, sobretudo a de vitela, com excepção para a carne de porco. Os aumentos andam na casa dos dois dígitos.

O azeite encareceu este ano, na ordem dos 7%, e várias panificadoras já admitiram “ter de reagir” à subida dos custos das matérias-primas e da energia, incluindo o gás, pelo que os portugueses podem esperar o aumento dos preços do pão.

É igual no caso das hortaliças: a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) alertou em Novembro para o “incontornável” aumento de custos dos combustíveis e adubos, o que terá reflexo nos preços pagos pelos consumidores.