A tocar

Title

Artist

No ar

No ar

Background

Covid-19: ULSBA com aumento de afluência de casos suspeitos

Escrito por em Dezembro 31, 2021

A Unidade de Saúde do distrito de Beja, tem registado um aumento da afluência de casos suspeitos de covid-19 nas urgências e áreas dedicadas a doentes respiratórios, mas sem comprometer os cuidados de saúde às populações. O hospital José Joaquim Fernandes, registou na última semana, um aumento do número de doentes com covid-19, disse à agência Lusa a presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), Conceição Margalha.

A presidente frisou que, “apesar do consequente impacto em alguns serviços, tem sido assegurada a actividade assistencial e os cuidados de saúde à população” no hospital de Beja.

Segundo a responsável, nos últimos dias, o hospital também registou “um aumento ligeiro” da afluência às urgências por doentes não urgentes, os quais têm sido triados para observação nas áreas dedicadas à covid-19.

A ULSBA tem verificado, igualmente, “um aumento da procura” por doentes com “sintomatologia ligeira” nas suas Áreas Dedicadas para Doentes Respiratórios (ADR), indicou.

Trata-se das ADR existentes nos serviços de urgência geral e pediátrica do hospital de Beja, nos serviços de urgência básica de Castro Verde e Moura e nos centros de saúde de Beja, Castro Verde e Cuba.

Conceição Margalha adiantou que há hoje cinco doentes com covid-19 internados no hospital, o que representa “uma taxa de ocupação próxima dos 27%” das 18 camas disponíveis para utentes com aquela doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2.

A capacidade de internamento desta unidade “é ajustável às necessidades” e, “face à evolução da situação pandémica e consequente procura, poderá sofrer alterações”, frisou.

No momento, “não se verifica falta de camas, nem de outros meios necessários à prestação de cuidados de saúde”, disse, referindo que, “em termos de recursos humanos, pese embora dificuldades pontuais, tem sido possível garantir a resposta de saúde às populações”.