A tocar

Title

Artist

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

Background

“Valeu a pena a luta pela ferrovia no Baixo Alentejo” Beja Merece Mais

Escrito por em Novembro 12, 2021

Após dois anos da ida a Bruxelas, o movimento Beja Merece Mais, garantiu as primeiras decisões irreversíveis numa das suas causas em defesa de “investimentos em infra-estruturas em Beja e no Baixo Alentejo, com relevante impacto positivo ao nosso desenvolvimento no futuro, neste caso a primeira obra ferroviária que potenciará esta região”.

Florival Baiôa do Movimento Beja Merece Mais disse à Planície que “esta luta já vai em mais de 2 anos, em que a CP queria acabar com a linha de caminho de ferro  até Beja, como acabou com o ramal de Moura”.

E adiantou que “marcaram em decreto lei e em concurso, os contractos já assinados, para os projectos da ligação entre Casa Branca e Beja e também para o aeroporto de Beja em via dupla até Cuba. Isto é de facto um salto qualitativo e uma mudança radical, naquilo que nós chamamos, as Infraestruturas de Portugal”.

Florival Baiôa sublinha ainda que “isto é importante, porque uma segunda fase terá que, vir agora a concurso, que é a ligação de Beja ao Algarve, que vai dar a ligação quer ao eixo norte, quer ao eixo europeu”.

Na semana passada foram celebrados os contractos para os projectos de todas as Especialidades de Engenharia no que respeita à integração de Beja e do seu Aeroporto Internacional, na ligação à rede ferroviária, com especial relevância à conectividade ao eixo Atlântico e à futura Euro-Região. Beja – Cuba – Baronia – Casa Branca vai ter a sua linha ferroviária electrificada e modernizada, ainda com verbas do Quadro 2020.

Para o movimento Beja Merece Mais, “valeu a pena fazer uma petição com 26.101 assinaturas, as múltiplas reuniões na Assembleia da República com todos os partidos, reuniões com vários ministros, com o Presidente da República, com a União Europeia e Parlamento Europeu”.