A tocar

Title

Artist

No ar

No ar

Background

Barragem de Alqueva com 78% da sua capacidade máxima

Escrito por em Outubro 5, 2021

De acordo com o Boletim de Armazenamento nas Albufeiras de Portugal Continental, no último dia do mês de Setembro, verificou-se um aumento do volume armazenado numa das bacias hidrográficas, comparativamente ao último dia do mês anterior, e uma descida em 11 bacias.

Das 60 albufeiras monitorizadas, oito apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e nove têm disponibilidades inferiores a 40% do volume total.

Os armazenamentos de Setembro deste ano por bacia hidrográfica, apresentam-se superiores às médias de armazenamento de Setembro (1990/91 a 2019/20), excepto para as bacias do Lima, Mira e Ribeiras do Algarve.

Segundo informação do mesmo boletim, são cinco albufeiras na bacia do Sado que apresentam volumes totais inferiores a 50%. São elas: Monte da Rocha com 17.5%, Campilhas com 4.1%, Fonte Cerne com 24.5%, Roxo com 22.1% e Odivelas com 38.8%.

Acima dos 80% estão as albufeiras de Alvito com 85% e Monte Gato com 80.2%, sendo que as restantes três se encontram entre os 50% e os 70%.

Já na bacia do Guadiana, são duas as albufeiras que apresentam volumes totais inferiores a 50%: Beliche (42.9%) e Vigia (46.9%).

Acima dos 80% está a albufeira de Enxoé com 98%. Entre os 50% e os 80% encontram-se com 78% Alqueva, Abrilongo com 57.2%, Caia com 55.8%, Lucefecit com 53.1%, Monte Novo com 55.4% e Odeleite com 50.8%.