A tocar

Title

Artist

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

Background

Profissionais da GNR continuam à espera do suplemento de risco

Escrito por em Outubro 4, 2021

O Governo deu “luz verde”, à actualização dos valores da componente fixa do suplemento por serviço e risco nas forças de segurança aplicado tanto aos militares da GNR como ao pessoal policial da PSP.

“O Conselho de Ministros aprovou o decreto-lei que procede à actualização dos montantes da componente fixa do suplemento por serviço e risco nas forças de segurança auferido pelos militares da Guarda Nacional Republicana e pelo Pessoal Policial da Polícia de Segurança Pública”, anunciou o Governo, no entanto só em Janeiro de 2022 é que vai entrar em vigor.

O vice presidente da Associação dos Profissionais da GNR, José Miguel referiu à Planície que “neste momento continuamos à espera, que haja algum desenvolvimento. Tudo aquilo que já foi aprovado acaba por entrar em vigor só em Janeiro”. Acrescentando que “as negociações que tinham um timing certo para serem desenvolvidas, foram realizadas não propriamente dentro do tempo, como todos nós já conhecemos”. José Miguel adianta que “os resultados foram aqueles. Infelizmente já sabemos, aquilo, que é considerado o risco de um profissional de uma força de segurança, portanto nesta matéria, em relação áquilo que possa ser qualquer entendimento com a tutela está resolvido. Neste momento vamos continuar a bater-nos por um valor justo e digno”.

Recordamos que em meados de Agosto, membros da PSP e da GNR estiveram em protesto contra o valor fixado pelo Governo para este suplemento de risco, que ficou abaixo do proposto pelos beneficiários, que consideram que tal montante nem é digno. O Governo decidiu fixar este suplemento em mais 68,96 euros do que até aqui (isto é, em 100 euros), enquanto PSD e GNR propuseram fixar em 200 euros, no primeiro ano de subsídio, 300 no segundo e, a partir daí, em quase 400.