A tocar

Title

Artist

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

Background

Autárquicas 2021 – Este domingo eleitores decidem destino do concelho de Moura

Escrito por em Setembro 24, 2021

É já este Domingo, dia 26, que os eleitores do concelho de Moura decidem qual será o candidato e respectivo partido a governar a autarquia, quem serão os membros da assembleia municipal e quais serão os presidentes das cinco Juntas de Freguesia do concelho, nos próximos quatro anos.

Concorrem às autárquicas Álvaro Azedo pelo PS, actual Presidente da Câmara Municipal de Moura, que em 2017 ganhou com 48,34%, André Linhas Roxas pela CDU, o segundo partido mais votado em 2017 com 39,33%, na altura com o candidato José Maria Pós-de-Mina, sem esquecer que a autarquia foi liderada pela CDU cerca de 20 anos.

Pela Coligação PPD-PSD, CDS-PP e Aliança, o cabeça de lista é Luís Salvador. Os números de há quatro demonstraram que o PPD-PSD foi a terceira força política no concelho de Moura, com 7,95% (535 votos) e o CDS-PP a quarta com 1,20% (81 votos).

O partido CHEGA, com Cidália Figueira escolhida para candidata, surge este ano na corrida às autárquicas.

A Planície tem acompanhado os candidatos desde a sua apresentação com entrevistas individuais no jornal e na rádio e a moderação do debate final, realizado na passada semana.

Durante as entrevistas, os candidatos falaram sobre os pontos-chave dos programas eleitorais e a vontade de fazer mais pelo município e munícipes.

Na rádio, Cidália Figueira foi a primeira a ser ouvida e referiu que no caso de ser eleita no dia 26, está preparada para ser a primeira mulher a assumir a Câmara de Moura. “Claro que estou. Eu sou uma mulher de trabalho. Trabalhei 22 anos seguidos na CMM, sempre nos bastidores a acompanhar o Executivo porque eu trabalhava no Gabinete Jurídico durante os primeiros 11 anos a fazer as reuniões de Câmara. Apreciamos as atitudes dos políticos, crescemos profissionalmente, não somos políticos, mas passamos a conhecer a política noutra perspectiva”.

Seguiu-se Álvaro Azedo, a quem coube decidir o rumo do concelho nos últimos quatro anos e com uma pandemia pelo meio. “A luta desta pandemia foi dos profissionais de saúde, dos funcionários da CMM, da população do concelho de Moura” E adianta: “Esta câmara gastou 534 mil euros no esforço da gestão desta pandemia”.

André Linhas Roxas referiu, entre outras coisas, o motivo da sua candidatura e a preocupação com o resultado dos Censos 2021 e a perca de 1900 habitantes no concelho de Moura. “Corremos o risco de nos tornarmos irrelevantes se continuarmos a fazer uma gestão de dia-a-dia e não procurarmos resolver problemas sérios, entre os quais o despovoamento”, sublinhou o candidato.

Luís Salvador fechou o ciclo de entrevistas e confessou que apesar de ambicionar a autarquia, já ficaria satisfeito se fosse eleito vereador. “Ficaria muito contente e daria um grande contributo a todas aquelas coisas que fazem falta fazer e são reivindicadas pelos partidos que compõem a nossa coligação o PSD, o CDS e a Aliança”.

No Domingo não deixe de acompanhar a partir das 20h00 em directo na emissão da Rádio Planície 92.8, em www.radioplanicie.com, através do Facebook e na UPTV (Unidos pela Televisão), os comentários, as reacções nas sedes de campanha e os resultados eleitorais.