A tocar

Title

Artist

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

No ar

Caprichos da Noite

00:00 05:59

Background

Direito de Resposta – “Na Política não vale tudo.”

Escrito por em Julho 13, 2021

Direito de resposta às declarações do Presidente da União de Freguesias de Moura e Santo Amador.

 

«O Presidente da UFMSA reagiu, de forma completamente desproporcional a uma tomada de posição política, perfeitamente legítima e fundamentada, que se enquadra dentro das competências de fiscalização da Assembleia de Freguesia e do normal funcionamento das instituições democráticas. A agressividade e tentativa de fulanização de uma tomada de posição, que é a de um colectivo partidário, revelam uma, há muito demonstrada, incapacidade para lidar com a crítica.

Não lhe reconhecemos o mínimo de legitimidade para levantar sequer a suposta falta de participação dos eleitos da CDU na discussão dos assuntos, quando durante um mandato inteiro, apenas por uma vez cumpriu o requisito legal de entrega da informação escrita acerca da atividade da freguesia (alínea e), nº2, do art.9 da Lei nº75/2013).

Falsos moralismos, ainda para mais baseados em falsos pressupostos, não obrigado!

De resto, para além de aproveitar o momento mediático para fazer campanha eleitoral, o Sr. presidente da UFMSA, mistura alhos com bugalhos, 2020 com 2021, competências próprias e delegadas, com suposto trabalho por opção política.

No entanto, em momento algum consegue desmentir as afirmações da CDU, porque são factuais, estão escritas, preto no branco nos documentos que nos foram dados a conhecer mas a que, infelizmente, os munícipes não poderão facilmente ter acesso, porque desde 2018 que a UFMSA não os publica no seu site.

Relativamente aos 15300€ em ajudas de custo, já fomos claros relativamente à apreciação política, a única que nos compete fazer. Aguardaremos agora, com serenidade, elevação e dignidade, a pronúncia por parte das autoridades competentes, relativamente à legalidade das mesmas. Seja ela no sentido que for.

No entanto, não deixa de ser curioso que o actual Presidente da UFMSA, em 2017, num artigo de opinião publicado no Jornal “A Planície”, intitulado “Não devia ser assim… em Democracia”, em momento premonitório, dê razão à CDU de 2021. Escrevia então: “deixou-se de questionar o porquê das decisões, permitiu-se o exercício da prepotência, e quase tudo parece normal e é lícito”. Mas ia ainda mais longe, o então candidato do PS à UFMSA, defendendo que perante a suspeita de actos lesivos se deviam apurar responsabilidades, afirmando mesmo, “é lícito pensar que o ilícito aconteceu”.

Mas 2017 e 2020 já lá vão, e julgamos que a altura é de olhar para o futuro. Queremos uma UFMSA dotada dos meios humanos e materiais necessários para a prossecução das suas funções, que seja proactiva,que oiça os seus fregueses, que esteja junto deles nos bons e nos maus momentos, que aposte forte na cultura, no desporto e no movimento associativo, no embelezamento das nossas localidades e na criação de condições para o desenvolvimento económico, com particular enfoque na reabilitação de infraestruturas de apoio à actividade agrícola, nomeadamente os caminhos rurais.

Moura e Santo Amador merecem um futuro melhor, um futuro com esperança.

Moura, 12 de julho de 2021

A coordenadora concelhia de Moura da CDU»